Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Esporte

Curiosidades

Notícias

Esporte

Latest Posts
















O Alecrim Futebol Clube foi fundado no dia 15 de agosto de 1915, pouco depois do surgimento de ABC e América-RN. Onde hoje funciona o Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos, um homem enxergou a necessidade de criar um novo time em Natal com uma essência mais popular. Naquela época, o espaço abrigava uma vila de moradores no bairro que deu nome ao Alecrim. 

Alecrim foi campeão invicto em 1968; clube tem sete títulos estaduais
Alecrim foi campeão invicto em 1968; clube tem sete títulos estaduais
Era uma propriedade chamada Vila Maria; antigamente se morava em família dentro de vilas. Então, Humberto Medeiros, que era o 'cabeça' dessa família na Vila Maria, juntou os sobrinhos e os filhos para fundar o Alecrim - contou Marcus Vinícius, conselheiro do Alecrim.

Quando nasceu, o Alviverde era, na verdade, Tricolor. Além do verde e branco, o vermelho figurava no primeiro uniforme. A fim de se tornar único, a cor rubra logo foi excluída para evitar qualquer semelhança com o rival América-RN. Mas foi somente em 2003 que o escudo oficial, que era praticamente igual ao do rival, foi trocado pelo atual.

- Antes, quando os jornais eram impressos em preto e branco saía uma foto e ninguém sabia se era América ou Alecrim. O escudo oficial foi mudado justamente por isso - afirmou Marcus Vinícius.

Criado em um bairro popular de Natal, o Alecrim se contrapunha às elites do esporte. O primeiro jogador vindo da classe média foi Café Filho, que jogou como goleiro do Alecrim na década de 20, antes de assumir a presidência da República em 1944, após a morte de Getúlio Vargas. Em 1968, o Alviverde contou com outra grande honraria e teve Garrincha vestindo a camisa do clube em um amistoso.

A valiosa sede campestre do Alecrim possuía cinco campos de futebol
A valiosa sede campestre do Alecrim possuía cinco campos de futebol
Nas décadas de 70 e 80, o Alecrim possuía um grande patrimônio: uma sede campestre, localizada na Grande Natal. 

- Era uma área valiosíssima entre Parnamirim e Macaíba - conta Washington Fernandes, atual presidente do Alecrim. 

O amplo espaço tinha cinco campos de futebol e era utilizado para o lazer de milhares de sócios.

- Nós tínhamos uns seis ou sete mil sócios. Se você fizer uma enquete, todas as pessoas com cerca de 40 anos, hoje em dia, tiveram uma infância na sede campestre do Alecrim - apostou Orlando Caldas, ex-presidente do Alecrim.

Com o tempo, o Esmeraldino perdeu grande parte do patrimônio cobrindo custos de ações trabalhistas e, atualmente, o único bem que restou foi a sede na Rua dos Caicós, no bairro do Alecrim.

Mas quem pensa que o clube chega ao centenário com lamentações se engana. Ao longo desses anos, foram apenas sete títulos estaduais, mas um orgulho que vale por inúmeros troféus. O "filho independente" do futebol potiguar comemora os 100 anos como quem celebra uma nova vida, de sonhos, de realizações e de muita esperança.

- Comemorar 100 anos com a torcida, com a estrutura do ABC ou do América é muito fácil. É como ser filho de pai rico. O Alecrim é aquele filho que comprou o primeiro carro com o próprio suor. Então, o valor que nós damos à comemoração dos 100 anos é totalmente diferente. Não tem comparação - comentou Orlando Caldas.
Mosquito da dengue
Mosquito da dengue
 O Ministério da Saúde começará a distribuir no fim de fevereiro as primeiras 50 mil unidades do Kit NAT Discriminatório para dengue, zika e chikungunya, que permitirão o diagnóstico simultâneo das três doenças com maior agilidade. Outra qualidade é a redução do custo de aplicação do teste.
“O teste que vamos distribuir vai dizer de maneira objetiva dentro de duas horas qual é a      enfermidade que a pessoa está acometida. É importantíssima a informação para as gestantes”, destacou o ministro da Saúde, Marcelo Castro, durante a apresentação do kit hoje (16), na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O vice-diretor de Desenvolvimento Tecnológico e Prototipagem do Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz-Paraná), Marco Aurélio Krieger informou que o teste no formato que foi produzido é único no mundo. “Não existe nenhum teste disponível, que faça esta avaliação discriminatória neste formato”, contou.

Os kits serão encaminhados a 18 dos 27 laboratórios centrais (Lacen) do Ministério da Saúde, localizados em cada estado do país, que conforme o ministro, estão equipados para receber os 50 mil testes, produzidos pela Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Outros três laboratórios estão sendo preparados para receber os testes. A previsão é que até o fim do ano sejam distribuídos 500 mil kits. “A produção dos testes vai ser distribuída continuamente para fazer o diagnóstico. A prioridade para a diferenciação diagnóstica vai ser para as gestantes”, revelou.

De acordo com Marcelo Castro, atualmente, o problema número 1 do Brasil é a microcefalia. “O Brasil tinha, em média, de 2.000 para cá, segundo estatísticas, 150 casos de microcefalia por ano. De outubro para dezembro do ano passado tivemos 3.500 casos aproximadamente. Então é um caso gravíssimo de saúde pública, poucas vezes vivido na história de nosso país”, indicou.

Diante da situação, o ministro defendeu que não podem faltar recursos para combater a doença. Ele informou que este ano estão garantidos R$ 500 milhões para ações específicas relacionadas à microcefalia. “Nós temos a palavra e o compromisso da presidenta Dilma, de maneira explícita, de que não faltarão recursos para o combate à microcefalia no Brasil”, disse.

O ministro Marcelo Castro informou que estão confirmadas três mortes por chikungunya, duas na Bahia e uma em Sergipe, todas em pessoas idosas. Castro disse que as três doenças que serão diagnosticadas com os testes são graves e estão matando.

“Qualquer das três doenças tem que ser tratada com a devida gravidade, os casos mais graves tem que ser internados, têm que ser tratados os sintomas, porque a gente não tem o remédio para tratar dengue, não temos o remédio para tratar a chikungunya, não temos o remédio para tratar a zika”, disse, acrescentando que, por isso, ele acredita que é preciso tomar todas as providências clínicas para combater os sintomas”, apontou.

O presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, informou que se os testes fossem produzidos por laboratórios privados e com aplicações para cada tipo das três doenças custariam entre R$ 900 e mais de R$ 2 mil.

“Na escala que estamos fazendo esse teste vai sair com um custo entre US$18 a US$20. Então, só é possível colocar isso em escala de saúde pública, vai ser feito nos Lacens e nas áreas de referências e para estudos, ele se torna factível como instrumento de saúde pública”, analisou.
Imagem mostra quatro pessoas em motocicleta em Mossoró
Uma condutora foi flagrada transportando três passageiros, sendo duas crianças, em uma motocicleta na cidade de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. Na imagem, que foi capturada nesta quarta-feira (26), é possível ver duas mulheres adultas e duas crianças em uma moto. As mulheres ainda transportam mochilas.
De acordo com o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Robero Cabral, o condutor de motocicletas e motonetas só está habilitado a transportar um passageiro, que deve ser conduzido na parte traseira do veículo, sendo o descumprimento infração gravíssima. Na foto, além de exceder o limite de passageiros, a condutora ainda transporta uma criança na parte dianteira do espaço do condutor.
Ainda de acordo com o inspetor, o transporte de crianças em motocicletas só é permitido a partir dos 7 anos, atentando para o uso obrigatório do capacete. A infração por descumprimento da lei também é gravíssima. No caso registrado, uma das crianças aparece na imagem sem capacete.
Deicor prende dupla suspeita de integrar organização criminosa que queimou ônibus
Deicor prende dupla suspeita
Foto: Ismael Inácio
Uma investigação conduzida pela Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor) conseguiu prender, na tarde desta terça-feira (24), dois homens suspeitos de terem ligação com os criminosos que queimaram um ônibus, no Vale Dourado, na zona norte de Natal, em 16 de março. Hugo Rafael dos Santos, de 23 anos, e Joelson da Silva Nunes, de 21 anos, foram presos em flagrante pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo.

“Nós descobrimos que no mesmo dia em que o ônibus foi queimado, um grupo de criminosos que atearam fogo no coletivo estava comemorando o crime. Dentro da comemoração estavam Hugo e Joelson”, contou a delegada adjunta da Deicor, Daniele Filgueira.

Nesta tarde, policiais da Divisão Especializada dirigiram-se até o bairro Golandim e se depararam com Hugo e Rafael. A dupla estava com um revólver e quando perceberam a presença da Polícia, jogaram a arma em um terreno.


Primeiro preso – No dia 16 de março, a Polícia já havia prendido Francinaldo Monteiro da Silva (36 anos). Ele foi detido após a queima do coletivo, quando estava trafegando em um veículo da marca Hyndai, modelo HB 20. Francinaldo, que já possui uma condenação por tráfico de drogas, confessou à Polícia que ateou fogo no ônibus por ordem de um detento da Penitenciária de Alcaçuz.
PM apreende adolescente com drogas na zona Norte de Natal
PM apreende adolescente com drogas na zona Norte de Natal
Durante um patrulhamento realizado na manhã de hoje (24), no conjunto Cidade do Sol, no bairro de Igapó, zona Norte de Natal, uma equipe do Regimento de Polícia Montada (RPMon) da Polícia Militar do Rio Grande do Norte conseguiu apreender um adolescente de 17 anos com 17 porções fracionadas de maconha e quantia de R$ 46,00 em dinheiro fracionado.
O adolescente foi encaminhado à Delegacia Especializada de Atendimento ao Menor Infrator (DEA), onde ficou à disposição da Justiça.
"Eu quero entrar na história", diz novo treinador do ABC
"Eu quero entrar na história", diz novo treinador do ABC
O ABC apresentou oficialmente o novo técnico do clube durante coletiva na tarde de hoje (24) no auditório Ernani Alves da Silveira, na administração do clube.
Josué Teixeira, que foi campeão brasileiro da Série C pelo Macaé-RJ, afirmou que chega ao alvinegro com a intenção de conquistar um título nos cem anos do Mais Querido e de conseguir o acesso para a elite do futebol nacional. “Estou aqui no ABC pela oportunidade de trabalhar no maior clube do Estado, pela oportunidade de buscar um título no centenário, de levar esse grande clube na série A”, disse.
O treinador recebe o comando do ABC após o então técnico interino, Ademir Fesan, ter conseguido uma boa sequência de vitórias e 100% de aproveitamento durante seu curto período à frente da equipe. “Primeiro elogiar o trabalho do Ademir, foi muito bem feito. Recuperou o clube, a auto-estima dos atletas, isso é algo importante. Agora não é dar sequência ao trabalho, mas entender o que estava sendo feito e implantar a minha linha de trabalho com os jogadores e com o clube. No futebol a gente só relaxa depois do título”, elogiou Josué.
Apesar do recente retrospecto de vitórias, o comandante do time não acredita em clima tranquilo e pretende cobrar mais de seu elenco. “Futebol não tem tranquilidade. Você pode vir de sequência de vitórias e ser cobrado e  sequência de derrotas e continuar sendo cobrado”.
Sobre a postura do time sob o seu comando, Josué Teixeira é enfático. “O ABC vai jogar sempre para ganhar, em qualquer lugar, contra qualquer adversário”. O novo técnico assume com grandes pretensões. “Eu quero entrar na história. O desafio para nossos jogadores é exatamente esse. Daqui a cem anos quando falarem do centenário, vão falar da gente”, profetiza.
ABC anuncia a contratação de reforço
Com a chegada do novo treinador, a diretoria do alvinegro também anunciou a chegada de reforço no elenco de atletas. O meia Wellington Bruno será o novo camisa 10 do clube do povo. A contratação do jogador foi aprovada pelo treinador. “Eu participei da conversa, fui consultado e nós chegamos a um acordo sobre o nome”, observou Josué.

Educação

video

Feature

Saúde

Educação